Blog

Blog

15 de Março de 2019

De onde vêm as marcas?

Um conceito tão bem desenhado passa por um detalhado processo de criação. Saiba porque ele é tão importante.

            Pense naquela lata de refrigerante, ou na caixa de sabão em pó, na emissora de tevê ou na caneta esferográfica que você usa para trabalhar ou estudar. Todas elas têm duas similaridades: um nome forte com um símbolo marcante e uma construção de identidade por trás.

            A marca é responsável por sintetizar a alma de uma organização. Toda a sua história, valores e o trabalho realizado, expressos em um signo que, dentre outras importâncias, servirá para fundamentar as etapas seguintes da comunicação cujo objetivo é alcançar um bom posicionamento de mercado.

         A partir deste artigo, iniciamos uma série mostrando o “por trás da cena” da criação e o que é essencial para garantir uma marca de sucesso.  O processo criativo da marca é o início de tudo e pode ser dividido em 3 etapas: direcionamento, tempestade de ideias e produção.

Lendo a alma do negócio

         O processo que envolverá a criação desta marca começa com um bom direcionamento. Busca-se conhecer a fundo a empresa, seu segmento de atuação e seus objetivos de negócio. Este vínculo é necessário para captar a essência desta organização a ponto de transformá-la em algo palpável, íntegro e atrativo ao público-alvo. Todas as informações são importantes, inclusive aquela inspiração ou ideia que você teve e até parece boba. Nas mãos de uma profissioal ou equipe qualificada, ela pode gerar bons frutos.

A tempestade... de ideias

            Com base nestas informações, a equipe responsável pela criação – composta por designers, redatores, e publicitários – realiza uma reunião conhecida como brainstorming, ou, simplificando, tempestade de ideias, em que é feita uma busca por referências que alimentam a discussão entre os integrantes e resulta em anotações, rabiscos e, enfim, um conceito que, logo mais, vai ganhar vida.

Dando forma e nome

            Ainda envolvida na atmosfera da tempestade de ideias, a equipe se concentra em encontrar formatos mais concretos para o conceito criando, refletindo sobre cores e simbologias, já pensando na etapa que se aproxima, a de execução das ideias. Outro processo que faz parte deste item é a criação de um discurso para a marca, o tom de voz que irá se comunicar com seu público e todo o pano de fundo que irá envolver a comunicação.

            A criação de um nome para uma empresa, produto ou serviço também pode fazer parte do processo criativo de uma marca. Mas este é assunto para o próximo artigo.

            Agora você já conhece o processo por trás da criação de uma marca, como ele exige repertório e tempo e como deve ser liderado por profissionais da comunicação experts nas principais tendências de mercado e de publicidade. Afinal, é através desta marca que a empresa será reconhecida e lembrada, bem como os exemplos no início deste artigo.

            Com responsabilidade e a certeza de entregar resultados, a Com5 Comunicação pesquisa, estuda e trabalha para transformar sua ideia em uma marca bem construída e sólida para que sua empresa, produto ou serviço se destaque no mercado. Entre em contato com a gente. Temos um plano!